Buscar
  • Cemusical

Tudo o que você precisa saber sobre TRÍADES

Atualizado: Mai 18

As tríades são de grande importância no estudo musical, sendo um assunto obrigatório

para todo estudante de música, não importa qual seja o seu instrumento.

Podemos utilizar tríades em diversas situações como abertura de vozes, duetos, criar novas

possibilidades harmônicas e melódicas etc.

Nessa aula vou te explicar o passo a passo para você entender e dominar esse assunto de uma vez por todas.

Tríades são acordes de 3 vozes ou 3 notas. Veja o acorde abaixo.


Note que estamos segurando três notas diferentes que no caso são as notas Lá, Dó sustenido e Mi. A combinação dessas notas forma a tríade de Lá maior.





TIPOS DE TRÍADES


Existem quatro (4) tipos de tríades: MAIOR, MENOR, AUMENTADA E DIMINUTA

A tríade maior apresenta os seguintes intervalos, (lembrando que intervalo é a distância que existe entre dois sons ou duas notas), teremos: Fundamental ou Tônica (nota que dá nome ao acorde). Exemplo: fundamental de Lá é a nota Lá.

Terça Maior (nota que se encontra dois tons acima da fundamental do acorde) Exemplo: Terça maior de Lá é a nota Dó sustenido.

Quinta Justa (nota que se encontra três tons e meio acima da Fundamental do acorde) Exemplo: quinta justa de Lá é a nota Mi.

A tríade menor apresenta os seguintes intervalos: Fundamental ou tônica, (nota que dá nome ao acorde) Exemplo: fundamental de Lá menor é a nota Lá.

Terça menor (nota que se encontra um tom e meio acima da fundamental do acorde) Exemplo: terça menor de Lá menor é a nota Dó.

Quinta justa (nota que se encontra três tons e meio acima da fundamental do acorde) Exemplo: quinta justa de Lá menor é a nota Mi.

A tríade aumentada apresenta os seguintes intervalos: Fundamental ou tônica (nota que dá nome ao acorde) Exemplo: Fundamental de Lá aumentada é a nota Lá.

Terça maior (nota que se encontra dois tons acima da fundamental do acorde) Exemplo: terça maior de Lá aumentada é a nota Dó sustenido.

Quinta aumentada (nota que se encontra quatro tons acima da fundamental do acorde) Exemplo: quinta aumentada de Lá aumentada é a nota Mi sustenido (sim existe mi#, mas esse é um assunto para outra aula).

A tríade diminuta apresenta os seguintes intervalos: Fundamental ou tônica (nota que dá nome ao acorde) Exemplo fundamental de Lá diminuta é a nota Lá.

Terça menor (é a nota que se encontra um tom e meio acima da fundamental do acorde) Exemplo: terça menor de Lá diminuta é a nota Dó.

Quinta diminuta (é a nota que se encontra três tons acima da fundamental do acorde) Exemplo: quinta diminuta de Lá diminuta é a nota Mi bemol.



Vou mostrar agora como ficam essas tríades pelo braço da guitarra, esse exercício é fundamental para quem deseja dominar todas as tríades.




Confira a aula completa também em vídeo.


Por hoje é isso, estudem com calma esse assunto pois ele é muito importante para todos os

músicos, não importa qual instrumento você toque. Forte abraço e até a próxima


Luciano Vieira é músico profissional e professor de guitarra há 20 anos. Durante 10 anos foi colunista das revistas Guitar Player, Cover Guitarra e Guitar Class. É autor dos métodos Improvisando com a escala pentatônica, Pentatônicas além do blues, songbook Iron Maiden, 25 licks que todos os guitarristas usam e recentemente lançou o método DESTRAVANDO A SUA TÉCNICA. Também transcreveu os métodos Guitarristas do Brasil e Songbook Faíska Bend.


132 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo